O vírus chinês V empreendedorismo

Vírus Chinês X Empreendedorismo

Vemos no cenário atual o futuro da economia Brasileira em xeque. A onda do vírus chinês varrendo as nações enquanto suas bolsas de valores derretem. O isolamento social tão necessário no combate àquele vírus nefasto põe o mundo de joelhos, lançando a realidade tal como a conhecemos em completa escuridão. 

O empreendedor de visão sabe que diante de tudo o que vem ocorrendo em nossa economia e no mundo, não dá para esperar que tudo volte ao normal porque aquela realidade que ora conhecemos como “normal” já não existe mais e portanto, precisamos nos adaptar à uma nova realidade, e isso implica dizer que precisamos, à exemplo da queda da bolsa ocorrida na crise do café, “transformar o modo como fazemos negócios”.

Como dizia Steve Jobs em suas palestras: “O mundo é dos visionários!” e ele tinha razão em cunhar a frase. Os visionários sempre estão um passo à frente de todos. São eles os responsáveis por todas as grandes inovações tecnológicas na história da raça humana, afinal de contas, alguém precisa investir em projetos aparentemente malucos assumindo os riscos).

Não seria clichê dizer que “vivemos tempo de trevas”, mas ao contrário do surto de H1N1 que dizimou 3% da população mundial no início do século XX, o mundo dos negócios como outrora conhecemos nunca mais será o mesmo. Afinal, a inovação ocorre na ausência de recursos, então posso cunhar que “A Inovação Surge Como Fruto do Caos!”

Ninguém nega que a internet veio para ficar, mas agora, diante desse novo paradigma, isso vai além do mero clichê de que “a internet é um caminho sem volta!” O que estamos vivendo hoje, entrará para os anais da história como um grande divisor de águas.

Se antes no mundo dos negócios a internet era considerada “Um Caminho Sem Volta” hoje ela é “O Caminho!” e a sobrevivência dos micro e pequenos negócios no Brasil hoje dependem muito mais da internet do que jamais se imaginou; e não se iluda achando que isso é algo isolado, essa problemática não é apenas nossa, é do mundo inteiro.

Nossa recomendação é que o empreendedor aproveite esses tempos de turbulência e de quarentena para repensar sua postura com relação ao modo como enxerga a internet e reestruturar seu modelo de negócios se adaptando à essa nova realidade (esta sim veio pra ficar). Desse modo deixar o seu negócio pronto para enfrentar novos desafios dessa nova realidade que se desenha e ganha forma a cada dia que se passa.

Criamos uma agenda de conteúdos significativos com dicas e orientações para ajudar o micro e o pequeno empreendedor à preparar seu negócio para crescer no mercado onde atua  quando a tempestade passar. Essas orientações ajudarão a se adaptar as dinâmicas de mercado que naturalmente surgirão. Como diz o ditado: “Há que chore e tem quem venda lenços!” portanto seja do time que vende lenços e não dos que choram.

Quando a tempestade passar muitos irão chorar o vaso quebrado ou pior, vão sofrer em desespero na tentativa de resgatar os cacos do que restou … e Você, O que Vai Fazer? Eu digo que você tem nas suas mãos a chance de sair na frente em seu mercado. Seja parte do time que vende lenços e não dos que choram, Siga os visionários e faça parte do seleto grupo dos pioneiros. Se você se identificou, se o que escrevi faz algum sentido para você, deixa seu comentário, compartilha nas suas redes sociais. Seu engajamento é muito importante para mim, me ajuda a continuar gerando mais conteúdos gratuitos de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *